Iranianos decepcionados com o Brasil



     Marcando uma mudança importante na atuação da diplomacia brasileira, a representação do Brasil no Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) votou ontem em favor de uma proposta, patrocinada por EUA e Europa, que determina o envio de um relator independente para investigar a situação das garantias individuais no Irã. O regime iraniano reagiu irritado.

A diplomacia iraniana acusou o País de "dobrar-se" à pressão dos Estados UnidosArgélia, Paquistão e outros países islâmicos também atacaram a posição brasileira. A nova posição do Brasil, que nos últimos dez anos havia poupado o regime iraniano de censura em fóruns internacionais, foi comemorada por ONGs e países ocidentais. e insinuou uma traição. 

     A proposta foi aprovada com 22 votos a favor e 7 contra, com 14 abstenções. Entre os aliados do Irã estavam Cuba, China e Paquistão. A esperança de Teerã era de que o governo brasileiro se abstivesse, repetindo o padrão de votação durante o mandato de Luiz Inácio Lula da Silva - que havia buscado intensificar a aproximação com o Irã para se apresentar até mesmo como mediador na questão nuclear entre Teerã e Washington.

     Ontem, o mal-estar na relação com o Irã ficou explícito. "É mesmo lamentável ver o Brasil adotar essa posição", afirmou o embaixador do Irã na ONU, Sayad Sajjadi. "Não esperávamos isso do Brasil", disse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Aí está mais uma notícia que confirma a minha tese de que o Brasil não deve se meter em assuntos internacionais. Já temos problemas demais por aqui. Larga mão dessa história de compor o Conselho de Segurança da ONU, isso só nos trará problemas e inimizades!

3 comentários:

Fernanda Sousa disse...

O Brasil tem mais é que largar mão desses assuntos lá de fora e ver o que acontece aqui dentro do terreiro. Não estão dando conta nem das paradas daqui e ainda querem dar pitacos lá fora!!!

DiMagalhãesArteVida disse...

Concordo com vc Adriano e Fenanda,não vamos dar uma de EUA, se mete em tudo quanto é canto, vamso resolver os nossos problemas que não são poucos,e ajudar os paises pobres do Mundo com tecnologia de alimentos, isto sim é o que é importante, pois os paises ricos vendem armas,fomentam as guerras, para depois irem lá reconstruir, esperto eles né.

Ciro Lyra disse...

Ficam se metendo nesse troço de encurrar países árabes, depois vem um fanático e explode bomba aqui. Aí fica bão, né!!!