Borboletas de luz



O amor,
essa fonte inigualável
de energia,
que é capaz de mover
a mais distante
das estrelas do Universo,
deveria também
ser forte o bastante
para iluminar
o coração humano,
povoá-lo com
milhões de
borboletas e
infinitas flores
do campo.








 
Cada um de nós
pode contribuir
para alegrar e
ampliar o
jardim da
humanidade e
para isso
basta regar o
minúsculo botão
da rosa do perdão
que desabrocha
ainda tímido
no mais distante
recanto da nossa alma.

Amém.

 




6 comentários:

Thais Valle disse...

Que lindo, amor! Acho que as pessoas deveriam se inspirar em sentimentos de amor a cada amanhecer, regar o botão de flor e deixar as "borboletas de luz" semearem o aroma da felicidade por toda a humanidade.

Carla Aires da Costa disse...

Que seria este mundo se todos fossem recobertos pelas multicoloridas bolboletas de luz! Lindo poema, maravilhosa postagem, blog excelente.

disse...

Ah!, a luz que falta a todos nós! Como eu gostaria que essas borboletas (ou seriam anjos) pousassem em minha vida e me mostrassem o caminho para o bem! Mas às cegas sigo sem conhecer a plenitude da amplidão da palavra paz! Gostei demais do seu poema, ele fala ao coração e nos induz ao amor pleno e incondicional. Parabéns pela postagem e pelo blog todo.

blog. da Tereza Maria disse...

Que lindo!
Que inspiração!
Bela postagem ilustrada com belas imagens.
Senti sua falta...
Beijo na alma
Saudações Poéticas!

Alê disse...

O amor! É só o amor!

Aninha Zocchio disse...

Cada um tem um pequenino dom que seja de transformar!
E você transforma seus pensamentos em luz... que reflete e deixa marcas!
Cria, transforma e convence com suas impressões!