Uma tarde na praça

     Ontem resolvi analisar o mundo pelos olhos de uma criança. Não uma criança inventada, mas aquela que habita dentro de mim – é fato que a infância nunca morre em nosso interior. E então me surpreendi com os desvirtuamentos de nós mesmos com o passar dos anos.

      Criança não ambiciona muito, quer apenas o suficiente para prosseguir na rotina sem sobressaltos. Já os adultos vivem numa ciranda consumista sem fim – o carro do ano, a roupa de marca, os apetrechos de última geração etc.

      Criança brinca, se diverte, quer compartilhar o que tem com os vizinhos e amigos. Só que os adultos se trancafiam numa gaiola de competição desenfreada, como se, para vencer na vida, fosse necessário tirar algo de alguém.

      Por isso afrouxei o nó da gravata, deixei o telefone celular dentro do carro e fui para uma praça qualquer, num bairro sem importância, dar alguma atenção a um grupo de idosos que jogava dama. Era uma tarde ensolarada, de bastante calor, e então paguei uma rodada de sorvete para os meninos que nadavam na fonte. Também conheci o pipoqueiro de plantão, o moço do algodão doce e a babá zelosa que acariciava um bebê no carrinho.

      Em muito tempo, foi um dos melhores momentos que passei. Obviamente que milhares de carros transitavam afobados dum lado ao outro e meu celular não parava de tocar lá distante. Mas eu estava no meu tempinho de recreio comigo mesmo e não podia ser atingido por esses detalhes rotineiros.

      Hoje, enquanto digito aqui minha aventura de ontem, sinto incontrolável vontade de repetir a dose...! Tenho tanto compromisso para daqui a pouco...! Mas quero tanto ir...!

      Pensando bem, a vida é curta e não sei se amanhã estarei ainda por aqui. Então, com a licença de vocês, vou voltar lá para rever meus amiguinhos de infância. Alguém me acompanha?!

by Adriano César Curado

Um comentário:

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom alvorecer !
Depois que o bicho(vírus) se instalou no meu blog,me fechei e só hj que estou abrindo com uma postagem linda e emocionante.
Te convido a ir lá,depois passarei por aqui para fazer meu comentário...Tenha um dia fenomenal e de muita luz...
Grata pela amizade...Particularmente estava com saudades de viajar nesse universo,junto com vcs...por amar demais(sonhadora)todos.
Bjs para aquecer teu dia!