Chuva de flechas


É certo que nossa qualidade de vida piorou bastante nos últimos anos. Vivemos tempos difíceis e, queiramos ou não, somos atingidos diretamente pelos revezes diários. Mas temos que construir nossa própria fortaleza mental, uma blindagem contra essa chuva de flechas que despenca do céu. Nada podemos fazer contra a corrupção no governo, contra as crises internacionais e mesmo contra os conflitos sociais bem ali na esquina. São consequências de um emaranhado de mudanças inevitável.

     O que cabe a nós neste momento é deixar de lado a indignação e procurarmos resolver o que está ao nosso alcance. Assim, trate bem o auxiliar de limpeza, seja cortês no trânsito, releve as falhas alheias e deixe de revidar pequenas provocações. Se não podemos mudar o mais, pelo menos cuidemos para que o mínimo saia a contento.

     Com pequenos gestos mudaremos este mundo.

Adriano Curado

10 comentários:

Vanessa disse...

Essa blindagem que você fala contra as flechas do destino deve ser reforçada a cada dia. Sua postagem é perfeita, meu querido, como sempre. Beijos.

Lilian disse...

As flechas mentais atordoam nossa vida todos os dias. Lindo, perfeito e sábio texto. Beijinhos, meu lindo.

Fernanda Soares disse...

Eu parei de assistir noticiário na Tv faz tempo. É melhor mesmo nem saber dos fatos que não podemos mudar.

Mari ~* disse...

Lindas e sábias palavras!
Nada e ninguém pode mudar o mundo, mas com certeza podemos contribuir para o melhor.

;)

Karina Guimarães disse...

Você mais uma vez, transbordando sabedoria!

Um abraço!

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu lindo e talentoso amigo!
Seu texto escrito dentro da realidade atual,nos instiga a querer fugir da realidade...
bjssssssssss

Carol Fernandes disse...

Você é um sábio, uma grande escritor que sabe tocar o coração das pessoas. Vou seguir seu blog porque aqui as postagens são de qualidade. Beijos.

Tina disse...

É isso ai. Gostei!

Vim aqui através do Blog querido passarinhos no telhado, da queridíssima Sheila, pelo seu comentário sobre a necessidade de reconhecimento, no qual vc citou uma historinha sobre Júlio Cesar.

Seguindo :)

Sheila - Blog "Passarinhos no Telhado" disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sheila - Blog "Passarinhos no Telhado" disse...

Falaste uma grande verdade! Nos perdemos em indignações que não nos levam a nada...aliás nos levam sim..a uma doença física. Façamos o que está ao nosso alcance e com amor!
Um forte abraço meu amigo querido!
Sheila