Felicidade



     Não há uma receita para a felicidade. Ninguém pode nos dizer – faça assim ou assado que será feliz. O estado de espírito de cada um é que determina tudo. A organização da vida e do ambiente doméstico também contribuem, pois o ser humano precisa de paz.

      Se perguntarmos ao trabalhador do campo o que é ser feliz, ele nos dirá que é cultivar a lavoura, cuidar dos animais, pisar na terra do chão. Mas essa experiência seria um inferno para a mocinha que não sai do shopping.

      Tudo é muito subjetivo e pessoal em matéria de felicidade. No entanto, nunca devemos abandonar o propósito de alcançá-la e viver no conforto de sua sombra.

Adriano César Curado

4 comentários:

Sheila do Blog Passarinhos no Telhado disse...

É verdade amigo...muitas vezes o que tem importância para você pode não ter importância nenhuma pra muitos. E assim é a vida...o que te faz feliz é algo singular.
Um forte abraço meu amigo!
Sheila

Marly Bastos disse...

Adriano,
Penso que felicidade não pode ser conceituada, pois ela faz parte de momentos, de pedaços do nosso viver. Eu sou uma pessoa feliz, embora nem sempre estou num estado de felicidade.
Felicidade é fugaz, passageira e relativa exatamente como você disse. Ela não tem lugar certo de acontecer e nem pode ser contada em tanto!
Beijokas doces

blog da Paraguassu disse...

Olá Adriano,
Posto que a felicidade é efêmera e feita de pequenos momentos sutis e especiais para cada um, é preciso que busquemo-la dentro de nós mesmos, no âmago de nosso ser. Ser feliz é pois, alcançar uma estado de alma onde sintamos-nos gratificados e envolvidos por uma grande paz, onde haja amor, amor e amor.
Um grande beijo em seu coração,
Maria Paraguassu.

blog. da Tereza Maria disse...

Olá Adriano
Gosto muito de ler suas postagens
Felicidade...Belo tema
Sua sensibilidade é visivel em cada frase
Você é diamante...
Um abraço poético!