O sacerdote da paz



     O Brasil perdeu um grande homem. A morte de D. Eugênio Sales foi uma grande perda para esta nação, que atualmente presencia tantos atos de desonestidade e intolerância. Ele foi um sacerdote da paz, ao atuar nos bastidores do regime militar e salvar centenas de vidas. Sem alarde, D. Eugênio conseguia usar sua influência em benefício do próximo, num instante tão conturbado da história nacional.

     Durante seu enterro, uma pomba branca pousou sobre seu caixão e por lá permaneceu. Mais que uma imagem comovente, ela é simbólica, pois demonstra o quanto este país está carente de grandes benfeitores.

Adriano César Curado

3 comentários:

Aline disse...

Era um santo homem e por isso a pombinha foi-lhe fazer companhia em suas últimas horas.

Muito poética a postagem.

Beijinhos.

Fernanda Soares disse...

É a própria presença de Deus sobre aquele homem iluminado.

Beijos.

Maria Eleonora disse...

Um bom homem. Que descanse em paz.

Beijos.;