O beijo na Times Square


     O fim da 2ª Guerra Mundial causou uma euforia geral, uma sensação de paz interior e desejo de exteriorizar aquela vontade contida de aproveitar a vida ao máximo. Essa fotografia tirada na Times Square de Nova Iorque, em 1945, bem retrata isso. O marinheiro e a enfermeira nunca tinham se visto. E após aquele beijo estupendo, cada um seguiu o seu caminho.

Adriano César Curado

2 comentários:

Marisa Penéloppe disse...

Que inveja dessa mulher!

Rosiane Braga disse...

O que seria de nós sem o contexto histórico...
Bem lembrado e só retrata os "amores passageiros" da atualidade. Antes, também era assim. Claro com diferenças, naquela época presume-se este beijo como a elevação da felicidade. Hoje em dia, os beijos passageiros, retratam o medo do envolvimento, mas com vontade de entrega.