Sonhadores


São as incoerências da vida. Por sonharmos tão alto, às vezes somos taxados de loucos, de inconsequentes, verdadeiros lunáticos à procura daquilo que não se encontrará. E nossos sonhos voam distantes, por mundos enigmáticos ou belos, por universos indescritíveis ou simples. 

Quem perdeu o dom de sonhar, já não vive mais. Creio que, por isso, os poetas são os sonhadores mais ousados e menos compreendidos.

Adriano Curado