Falta de civilidade

Esta semana, minha mãe Marta de Pina, já entrando na casa do 70 anos de idade, foi atravessar uma rua de Pirenópolis, Goiás, onde moramos, e eis que surge um motoqueiro voando baixo. Para não ser atropelada, jogou-se na calçada e sofreu ferimentos pelo corpo, principalmente joelhos e cotovelos. O veículo passou tão rápido que não foi possível identificá-lo. Nossas ruas viraram pista de motocross e nossas calçadas de ciclismo, um perigo para pedestres, principalmente idoso. Socorrida pela ambulância do SAMU, foi encaminhada ao hospital, medicada e passa bem. Está em casa se recuperando do susto. E eu pergunto: qual a solução para a falta de civilidade das pessoas?

Adriano Curado

Um comentário:

Bell disse...

Ainda mais uma senhora né?
Falta é educação, tem gente que age pior que bicho, pq até o bicho respeita os outros.
Aff.
Melhoras para ela =)