Desventura de José

José morreu e foi oportunizado a ele optar se desejava ficar eternamente no céu ou no inferno. Foi primeiro para o céu e conheceu um lugar tranquilo, contemplativo, onde as pessoas viviam em harmonia e paz. 

Depois desceu ao inferno e foi recebido pelo demônio em pessoa. Era um sujeito bem-apessoado, vestido com esmero, bastante educado. José se assustou e o outro lhe disse: 

― Não acredite na propaganda da igreja, aqui é um lugar maravilhoso.


Levou-o a verdes campos onde mulheres jovens e belas o chamavam. Viu muitos conhecidos seus por lá. À noite, boates e badalações. 

José não teve dúvidas, decidiu-se pelo inferno. Mas ao retornar, contemplou a verdadeira face do demônio, criatura horripilante, com profundos olhos de fogo. Lá dentro, em vez de campos verdes, havia lixões malcheirosos e pessoas repugnantes. 

― Que é isso? Ontem estive aqui e estava tudo belo e limpo.

O demônio riu e respondeu: 

― É que ontem eu estava em campanha, mas agora já tenho o seu voto.


Adriano Curado

Nenhum comentário: